domingo, 20 de novembro de 2011

Jogador diferenciado ou raça de campeão?

Acompanhei o jogo entre Corinthians e Atlético Mineiro, que acabou pouco tempo atrás. E fiquei meio indignado com uma resposta do comentarista Walter Casagrande. Ele recebeu a seguinte questão após a virada: "Casagrande, o resultado será conhecido como o resultado de um time de raça ou por um time com um jogador diferenciado?". A resposta foi a segunda, a vitória de um time com jogador diferenciado.

Respeito a carreira do Adriano, tudo que fez na Inter de Milão, em sua boa fase no Parma, na ajuda do título do Flamengo em 2009 e suas boas atuações pela Seleção Brasileira. Mas convenhamos que já faz um bom tempo que Adriano Leite Ribeiro, ou para quem ainda acredita, O Imperador, não vem numa boa fase. O jogador vinha sem marcar há meses, se machucou na Roma, voltou para o Brasil, se lesionou novamente e ainda não está na sua forma ideal.

Não vou falar que o gol que ele marcou, é um gol que qualquer um marcaria, afinal, a noção de colocação dele foi perfeita. Não ficou em impedimento, esperou a hora certa para partir na frente do zagueiro e chutou sem chances para o goleiro. E, lógico, recebeu um excelente passe de Emerson. Mas ainda assim fico indignado com a forma que são tratados os jogadores que foram muito bem na Europa e voltam para o Brasil. Temos que entender, que o atleta já ESTEVE em seu melhor momento, já FOI decisivo, e as coisas vão mudando com o tempo. Um grande exemplo é Ronaldinho, que não vem tendo atuações decisivas pelo Flamengo. Temos que saber diferenciar as coisas. O jogador, com o tempo, vai tendo maiores dificuldades para se tornar decisivo como antes, e reconhecer isso é uma grande virtude, não só do jogador, mas principalmente das mídias, que influenciam diretamente o telespectador.

Enfim, respondendo a pergunta do título. Acredito muito mais na raça de um time que tem tudo para ser campeão, com um elenco muito bom, do que uma vitória com cara de jogador diferenciado. Adriano pode sim, voltar a ser decisivo, mas nesse momento, ele foi um simples atacante que virou o jogo para o Corinthians, que fica cada vez mais perto do título do Campeonato Brasileiro de 2011.

2 comentários:

  1. Faz parceria? sou do http://rivalidadebritanica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Concordo contigo cara. Adriano já fez alguma coisa pelo futebol sim, mas creditar o resultado do jogo (e até mesmo o possível título) é uma ironia tamanha... E os outros caras que roeram o osso o campeonato inteiro? E o Sheik que arrancou lá da defesa e colocou a bola no ponto pro Adriano chutar?

    http://esporteresenha.blogspot.com

    ResponderExcluir